O pré-candidato a governador Rafael Fonteles (PT) esteve neste sábado (11) nos municípios de Nazária e Palmeirais. Ele iniciou a caminhada visitando o Mercado Público de Nazária, onde conversou com os feirantes e a população.  

“Esses momentos da pré-campanha, que estamos fazendo em todas as cidades do Piauí, são importantes para dizer o que está em jogo, porque vamos ter a eleição mais importante dos últimos 40 anos", disse. "E o que está em jogo não é apenas uma eleição entre partidos diferentes, como era antes quando PT disputava contra o PSDB. A rigor, eram partidos diferentes, mas visavam o estado de bem estar social. Agora o que está em jogo no Brasil e no Piauí são dois projetos completamente distintos, um inclusive que destruiu tudo aquilo que o povo brasileiro foi capaz de conquistar na era do presidente Lula”.

Ele ressalta que basta comparar o que dá para comprar há três anos com R$ 100,00 e que não representa nem a metade do que pode ser comprado hoje, e a mesma coisa também acontece quando o brasileiro precisa abastecer sua moto ou o carro com combustível, mas não consegue nem a metade do que conseguia pouco tempo atrás. “O povo brasileiro estava começando a ter dignidade, a ter casa, a ter luz e energia, a ter comida, de manhã, de tarde e de noite. E, de repente, em três anos o número de famintos no Brasil quase dobrou, passou de 19 milhões para 33 milhões de pessoas que voltaram a não se alimentar três vezes ao dia, então isso é que está em jogo”, frisou Rafael.

Segundo o pré-candidato petista, a oposição vai tentar diariamente mudar de assunto para esconder essa realidade. “Hoje o assunto do dia é uma carta que o ministro da defesa mandou para o TSE questionando as  eleições. Não passa de balela para que não seja discutida a fome e a miséria que temos hoje”, lamentou o pré-candidato.

Durante o encontro, o prefeito de Nazária, Osvaldo Bonfim (PT), agradeceu o trabalho realizado por Rafael, enquanto coordenador do PRO Piauí, e pelo ex-governador Wellington Dias, que conseguiram levar obras importantes para Nazária, como 50 mil metros de calçamento, dentre outras.

Osvaldo também criticou o governo federal. “Essa eleição é muito importante porque o Brasil precisa ver, escutar e interpretar a realidade. A gente acompanha todo dia o cenário nacional e local, não podemos passar a administração do Estado do Piauí para o grupo que é contra a vacina e a favor da morte. Quem é de Deus é a favor da vida. E quem diz que é a favor da família mas deixa mais de 700 mil familiares morrerem não é a favor da família. E não é patriota quem presta continência para a bandeira dos Estados Unidos”, afirmou Osvaldo.  

O deputado federal Flávio Nogueira também pediu para que Rafael sempre ouça a população, pois foi justamente por não ter ouvido o povo que o presidente não cuida com zelo do país. “Ele interpretou apenas a fala de um segmento da sociedade, não escutou a voz de todo o povo brasileiro, por isso que estamos hoje com esse país à deriva, onde o povo passa fome, reflexo de um país empobrecido e com uma política de um governo que não cuidou do povo, dos mais necessitados, numa hora mais difícil que foi a pandemia, quando centenas e milhares de pessoas morreram. E hoje temos 35 milhões de pessoas passando fome, mas o presidente continua fazendo motociata”, disse Flávio Nogueira.

A deputada federal Rejane Dias justificou a ausência do pré-candidato a senador, Wellington Dias, que teve que se submeter a um procedimento cirúrgico por conta de um tratamento dentário. Ela ressaltou ainda que continuará o seu mandato prestando apoio à população de Nazária.
 
O encontro em Palmeirais também reuniu uma multidão, a população abraçou o “Time do Povo” pelas ruas da cidade até o local o evento. Na ocasião, o prefeito de Palmeirais, Baltazar Campos (PTB), reafirmou o compromisso com o “time” que quer o melhor a vida da gente, por isso disse que caminha junto com o “Time do Povo”. “E o nosso pré-candidato a governador Rafael é um grande cidadão, um homem dotado de inteligência e sabedoria, dons de Deus. Quando o nosso ex-governador Wellington Dias colocou Rafael como secretário e depois confiou a ele a missão de liderar esse time é porque sabia que tinha condições de ajudar a colocar o Piauí nos trilhos. Rafael deu exemplo de gestão, de planejamento e organização quando foi gestor das finanças do Estado, é o melhor para continuar desenvolvendo o Piauí”, declarou Baltazar.  

Também participaram da agenda do Time do Povo neste sábado os deputados estaduais Flávio Nogueira Júnior, Francisco Lima, Dr. Francisco, Evaldo Gomes e Pablo Santos, além da vereadora Elzuila Calisto e vários vereadores e lideranças dos dois municípios, além de vários pré-candidatos da base governista.  

Rafael Fonteles ainda participou, neste sábado, da 27 Caminhada da Fraternidade. E neste domingo (12), ele visita o mercado do Satélite, em Teresina.

Dê sua opinião:

Tópicos