A prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh) e da Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas Sul (SAAD Sul) realizou nesta quarta-feira (01/06), a entrega de lotes de terreno para quatro famílias que estavam em locais irregulares no percurso da obra do canal que está sendo realizada na Vila da Paz, zona Sul da capital.

Os lotes dos terrenos doados pela prefeitura estão localizados no bairro Cristo Rei, onde as famílias construirão suas casas. O valor total das indenizações, que já foram pagas às quatro famílias, foi de R$ 169.296,27, referente a benfeitoria que essas pessoas fizeram naquele terreno.

O prefeito de Teresina, Doutor Pessoa, ressaltou o compromisso de sua gestão com a garantia de moradia para os mais necessitados.

“Nossa determinação é sempre de olhar para os mais necessitados, assim que iniciamos a gestão emitimos um decreto para garantir que não acionaríamos a justiça para aquelas ocupações já estabelecidas, só para novas invasões, porque entendemos como legítima a luta por moradia e o dever que tem o poder público de garantir a qualidade de vida”, disse o prefeito.

(Foto: Reprodução)

Segundo o secretário Edmilson Ferreira, da Semduh, as famílias estão recebendo um lote de terreno numa área urbanizada para complementar o valor da indenização que já receberam.

“O prefeito, sensível ao problema de moradia dessas pessoas, está doando um lote de terreno para essas famílias que estão sendo indenizadas, um adicional para completar a satisfação social de ter sua casa num local digno e urbanizado”, ressaltou o secretário.

O superintendente da SAAD Sul, Juca Alves, lembra que a desapropriação desses moradores acontece devido a uma obra do canal na Vila da Paz.

“Estamos com uma obra de urbanização do canal e a revitalização do entorno e a desapropriação é mais um passo para que possamos avançar com a obra. E pensamos também na qualidade vida e segurança dessas famílias que estão recebendo lotes em locais adequados para construção de suas novas residências”, disse.

A Gerente de Habitação da Semduh, Valdinete Ulisses, esclarece que esse novo local faz parte de uma área mais urbanizada com redes de abastecimento de água e energia. Valdinete reitera o apoio que esses moradores terão da Semduh e da SAAD Sul nessa nova jornada.

Dê sua opinião:

Tópicos