A Prefeitura de Teresina, através da Secretaria Municipal de Educação (Semec), vai realizar concurso público para a contratação de 1.114 professores efetivos e 27 vagas para a contratação de psicólogos, assistentes sociais e nutricionistas. O prefeito Dr. Pessoa autorizou, nesta quarta-feira, 24, a formação de uma comissão que irá analisar como vai se dar o certame para 2022.

Foto: AsCom

“Temos um compromisso com a educação de Teresina. É somente através da educação que daremos uma vida melhor para todas as pessoas que moram na nossa cidade. Já autorizei a formação de uma comissão para fazer todas as tratativas sobre o processo do concurso”, disse o prefeito.

Os salários previstos variam de R$ 2,4 mil para jornada de 20 horas a R$ 4,8 mil para uma jornada de 40 horas. Está prevista a contratação de professores de religião, educação artística, educação física, português, matemática, química, geografia.

De acordo com o secretário da Semec, Nouga Cardoso, foi criada uma comissão especial para a definição das disciplinas, diagnosticando, que, na verdade, são 1.114 vagas para professores e 27 direcionadas a contratação de psicólogos, assistentes sociais e nutricionistas.

“Tão logo assumiu, Dr. Pessoa determinou a contratação de todos os professores que estavam aprovados em concursos para efetivos e que ainda não haviam sido chamados. Também chamou os professores substitutos que haviam sido selecionados. Além disso, autorizou a realização de seletivo para 340 vagas de quadros de reserva de professores para que fosse sanada a situação do déficit de professores”, disse o secretário.

Até o final do ano, será feita a contratação de docentes para atender todas as escolas.  “Todas as áreas do conhecimento serão contempladas. É preciso que as vagas dos substitutos sejam preenchidas e também as vagas da expansão das redes. Inauguramos uma série de CMEIS que geram vagas para o sistema. E ainda temos, em curto prazo, a perspectiva da inauguração de muitos CMEIS. Dr. Pessoa quer que regularizemos essa situação”, disse Nouga Cardoso.

Dê sua opinião:

Tópicos