A greve já dura sete meses, mesmo com o Governo do Estado do Piauí cumprindo a política do piso nacional do magistério. O valor garantiu paridade entre professores ativos e inativos. Em 2022, o pagamento do piso está garantido e o menor salário pago a um professor da rede estadual é de R$ 3.845, podendo chegar aos professores que estão no topo da carreira a R$ 7.468. 

O desembargador Oton Lustosa, do Tribunal de Justiça do Piauí, determinou a suspensão da greve. A presidente Paulina Almeida faz pouco caso da decisão judicial, optando pelo pagamento da multa de R$ 10 mil diária, prejudicando o retorno escolar das unidades estaduais. 

É preciso que o Tribunal de Justiça endureça então, para que as crianças não sejam prejudicadas. Decisão judicial não se discute, se cumpre.

Todos nós desejamos melhores salários aos professores, mas o diálogo e a ordem sempre devem ser preservadas.

Dê sua opinião:

Tópicos