Na noite de 25 de outubro de 2017 a jovem Camilla namorada de Allisson Watson ex-capitão da PMPI foi assasinada com um tiro na cabeça e teve seu corpo enterrado em um lixão, após terem uma relação.

A família procurou o Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa. Em cinco dias, o Delegado Baretta e sua equipe encontraram o corpo, o réu confessou o crime e o caso estava elucidado. A Polícia Civil indiciou Alisson por três crimes: Feminicídio, ocultação de cadáver e fraude processual.

Em 2018

A audiência de instrução decidiu levá-lo a juri popular.

Em 2019

Alisson Watson perde a farda e rendimentos da PM.

25 de setembro de 2021

Allisson Wattson é condenado a 17 anos de prisão por feminicídio, ocultação de cadáver e fraude processual, como já cumpriu 4 anos só permanecerá mais 13 anos na cadeia, a defesa já promete recurso, a pena máxima seria de 30 anos, mas a verdadeira apenada foi Camilla e sua família.

Deputados, Senadores e Magistrados

E se a Camilla fosse sua filha?

Dê sua opinião:

Tópicos